terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Eu? Eu tenho o Sr. Virgílio e a Dona Adelaide

Ela prepara tudo no dia anterior e ele ajuda. Nunca me dizem o que vai ser o almoço porque é sempre surpresa. É sempre coisa que eu goste, não é difícil, eu gosto de praticamente tudo, mas quando são as minhas comidas preferidas há sempre uma grande festa. Olha só o que fiz para ti, é sempre o que ele me diz, enquanto ela resmunga lá dentro que não, que quem preparou tudo e teve a ideia foi ela. Ele é que põe a mesa, o meu lugar é o mesmo há anos e está sempre religiosamente à minha espera. Há sempre as minhas frutas preferidas e sempre maduras e doces, como eu gosto. Ele descasca-me as laranjas, ela põe a canela nos dióspiros. Ele acha sempre que comi pouco e ela acha sempre que estou demasiado magra, não estou. Quando como realmente pouco há sempre algo doce que ela me obriga a comer junto com o café. Quando não vou ficam tristes e quando calha de os avisar em cima da hora porque aconteceu um imprevisto no trabalho ficam mais tristes ainda, já aconteceu de ter de mandar o imprevisto às favas, ora porque era determinada comida, ora porque o meu prato já estava na mesa, apesar de ainda faltar mais de meia hora para eu chegar. Querem sempre saber como está a correr o meu dia e contam comigo para tudo. Ela faz o melhor café e ele dá o melhor abraço do mundo. A conta? A conta pago em beijos e em amor.

Tenho uma sorte incrível por poder almoçar todos os dias com os meus pais.



(Depois dos posts do Xilre, da Palmier, da NM, da Linda e do Tio Pipoco)

9 comentários:

  1. Que rica sorte! Quem me dera ter a Dona Helena e o Sr. Rui todos os dias ao almoço a fazer-me companhia e a meter-me o prato na mesa, ela a dizer "não comas tanto disso que engorda" em que só me apetece responder "se engorda para que é que fizeste isto para o almoço?" e ele a responder "deixa comer a miúda". Ao fim de semana quando vou a casa, sim porque é lá ao pé do mar que é a minha casa, desforro-me, tenho sempre os meus pratos preferidos na mesa, como like a boss, e no fim a minha mãe ainda resmunga que a comer assim engordo! Ela e a mania de ser magra pá!

    ResponderEliminar
  2. Puseste-me um problema, que ainda te vou agradecer: canela nos dióspiros? Ou devo ralhar com a Dona Adelaide? :)
    Mas são tão bons esses mimos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prova, prova e depois diz-me alguma coisa :)

      Eliminar
  3. Tens mesmo muita sorte! (: Aproveita bem!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Loira, és sempre surpreendente e ler-te é uma delícia.

    ResponderEliminar
  5. Sortuda sim... Aproveita ao máximo esses momentos ternurentos.

    ResponderEliminar
  6. Tão bom!

    Beijos, Loirinha pedaladeira :)

    ResponderEliminar
  7. Tens mesmo muita sorte, acredita...
    Longe vão os tempos em que fazia o mesmo, ainda na Faculdade e no início do meu primeiro trabalho, e tenho muitas saudades desses momentos...
    Aproveita bem ;-)

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...