quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Não se enganam os livros

Escolho sempre, por altura do Natal, um livro para ser o primeiro do ano que se segue, normalmente um calhamaço, porque é uma semana em que tenho sempre um pouco mais de tempo, começo a ler o livro na semana das festas e deixo sempre as últimas páginas para o dia um, desta forma no primeiro dia do ano tenho sempre o meu primeiro livro lido. Desta vez escolhi Destinos e Fúrias, oferecido pela Su no meu aniversário e que ainda não consegui terminar de ler, foi um ano difícil no que a leituras diz respeito, acontece que mais uma vez não consegui, o tempo esgotou-se e Destinos e Fúrias é um livro para ler calmamente e saborear, foi assim que no dia trinta e um decidi começar com Noite, oferecido pela Joana no Natal e foi Noite que terminei de ler no primeiro dia do corrente ano. Não se enganam os livros, Destinos e Fúrias anda comigo, para ler com toda a calma que ele merece, Noite passou a passagem de ano comigo. Nunca faço resoluções de ano novo, mas o início deste ano fez-me pensar nos livros, no amor que lhes tenho e no pouco tempo que lhes dediquei no ano passado, talvez este ano eu tenha uma resolução, que não chega a ser ler mais, isso é o que todos decidem, talvez a minha resolução deste ano seja voltar a ser eu com os livros, a viver em páginas e histórias, a perder-me em letras e emoções. Não se enganam os livros e eles sabem que me fazem muito feliz. 

2 comentários:

  1. Muito bom saber o que a faz feliz.
    ~CC~

    ResponderEliminar
  2. Que grande post, Vera! Espero-te por aqui... nos teus livros.

    ResponderEliminar

Aqui não há censura...